Paixão

Após a eliminação do meu time da Libertadores, muitos poderiam pensar que eu não ia escrever sobre isso.

Mas, venho aqui escrever um outro olhar sobre o jogo da última quinta-feira. O olhar torcedor apaixonado, que cantou e gritou e pulou e torceu e jogou junto com o time nos 90 minutos, em uma quina-feira muito fria em São Paulo.

Quem nunca foi a um estádio de futebol assistir um jogo, recomendo que vá, só quem vai sabe a emoção que é estar lá diante de mais de outras 50.000 pessoas cantando e torcendo junto. Muitos me falavam que eu era louca de ir no estádio, mas naquele dia, naquela hora, me considerava uma privilegiada.

A emoção é única. Nessa libertadores eu fui em praticamente todos os jogos que o triciolor jogou no morumbi, e quando não estava jogando bem, a torcida apoiava, pedia raça, chamou por Tele Santana (sei que devo um post sobre ele, em breve), mas quando jogou com raça, com vontade de ser campeão a torcida também esteve lá presente.

Saimos do jogo vitoriosos no resultado mas perdedores na competição, mas a torcida mais uma vez se saiu vitoriosa, aplaudindo e cantando o hino do tricolor.

Durante o jogo tirei algumas fotos, para mostrar como é lindo ver o estádio cheio, todos ali pela mesma razão, e o momento de “explosão” ao ver um gol.

Minha visão da arquibanca –

Antes do início do jogo – A bandeira da Independente

Momento pós gol, o estádio “iluminado”

Selecionei também um vídeo (por favor não reparem na péssima cinegrafista que sou), mas acho que o vídeo vale mais do que eu ficar aqui escrevendo tentando descrever a emoção de estar no estádio.

Enfim, queria dizer que apesar do time não ter conseguido seu objetivo final, que não era apenas vencer o jogo, mas se classificar para a final, a torcida que lotou o estádio fez toda a diferença. Imagino como deve ser para os jogadores ver aquele estádio lotado, a torcida apoiando. Lindo, lindo!

Então fica meu convite à todos que visitam meu blog: Independente do seu time, vá ao estádio, vá cantar com a torcida, e mulheres principalmente vocês, estádio não é só coisa de homem!

Vamos falar de marca

Como sempre digo o blog não é apenas sobre como é o futebol dentro de campo ou a maquiagem apenas aplicada, é sobre tudo que envolve um assunto, ou outro ou até os 2 juntos!

Então estava eu à procura de mais um post para o blog, quando vejo um link que me direciona para o logo da Eurocopa de 2012.

Eu como publicitária, marketeira, não posso deixar de falar sobre como é importante o conceito de construção de marca, principalmente para campeonatos.

A Eurocopa é a copa da Europa, como o próprio nome sugere! rs (Ok, podia ter ficado sem essa!), organizado pela UEFA e em 2012 será sediada em 2 paísies, Ucrânia e Polônia.

Mas o que eu quero falar aqui é como eles sabem aproveitar uma marca, como foi criado o conceito em cima do logo, etc.

O objetivo do logotipo é dar a UEFA EURO 2012 ™, uma personalidade própria, com a identidade visual que poderá ser aplicado à diversas ações promocionais (desde ingressos até banners para web).
O logotipo inspira-se na ‘wycinanka, a tradicional arte de cortar papel praticada em áreas rurais da Polônia e da Ucrânia, como uma homenagem à fauna e flora da região (olha como a pesquisa é importante para se criar um logo).
Ele parece estar “florescendo”- que pode ser o florescer do futebol e possui uma flor que representa cada um dos países co-anfitriões, uma bola central que simboliza a emoção e a paixão da competição, enquanto o tronco denota o aspecto estrutural da competição, a UEFA e o futebol europeu (o futebol nasceu na Europa, mais precisamente na Inglaterra). A natureza também inspirou outras características da identidade visual, com o uso do verde da floresta, o amarelo do sol, azul marinho, azul celeste e roxo amora. Tudo inspirado nas características da região.

Olha que bacana o material apresentado já com todas as suas formas de aplicação, espaçamento, versão negativa.

A marca assina “Creating History Together” (Juntos Criando História) e pretende refletir valores como “excelência”, “Europa”, “festividade”, “autenticidade”, “unidade”, “rivalidade” e “paixão”

Olha só o vídeo que fizeram para apresentar a marca que demais!

Para mim isso sim é construção de marca!

Apenas gostaria de frisar que a agência de desing que ganhou, foi escolhida após uma competição internacional que durou mais de um ano!

A Agencia explica que a marca/identidade visual foram criadas para inspirar e motivar os jogadores, os fãs, a família do futebol e as audiências de TV em todo o mundo.

Acho que eles conseguiram! rs

E mais patrocínio

Outro dia, antes de criar o blog postei no facebook um vídeo de uma ação promocional da Heineken, sobre a Champions League. Aos leigos a Heineken é a patrocinadora oficial desse campeonato (liga dos campeões da europa, um campeonato como se fosse a nossa libertadores).

Enfim, o que quero falar é como eu acho legal a forma em que eles ativam a marca, a cerveja, gerando diversas experiências aos consumidores. Des de garrafas personalizadas, promoções, à anúncios bem elaborados para o campeonato.

Selecionei algumas imagens que acho bacana para exemplificar o que é uma experiência de marca bem feita, na Europa ela já é recall de patrocíni0 no campeonato…

Essas são garrafas personalizadas para a final de 2008 que foi em Moscou, com o Manchester vencedor (eu lembro desse jogo).

Esse é um anúncio promovido parara final de 2009 que foi em Roma. As garrafas utilizadas reproduzem uma réplica do Coliseu. As garafas fizeram parte de uma edição limitada e foram usadas mais de 1500 garrafas.

A réplica tinha 3,5 metros de diâmetro por 3 metros de altura e que pode ser vista duarente todo o mês de maio/2008 na estação ferroviária de Termini em Roma.

O vídeo em especial, na verdade uma ação promocional, acho que é o exemplo de o que chamamos de ativação da marca:

A empresa contou com a ajuda de cem namoradas, 50 professores e alguns chefes para “convidar” mais de mil torcedores a comparecerem a um concerto de música erudita na mesma hora do clássico Real Madrid x Milan .

Depois de 15 entendiantes minutos para a audiência, o telão do auditório mostrou a mensagem: “Difícil dizer não para seu chefe, não é? …e para sua namorada? … e para a partida?”, seguido pelo hino da Liga dos Campeões. A reação das 1.136 vítimas foi transmitida ao vivo por uma rede de TV italiana e acompanhada por mais de 1,5 milhão de pessoas.

Uma pena que no Brasil as marcas patrocinadoras de campeonatos como a libertadores não ativem suas marcas dessa forma.